GUIA DAS IDADES - LIVRO DE ANDREW POSTMAN ENSINA A CELEBRAR O TEMPO QUE SE VIVE E REALIZA.

terça-feira, abril 17, 2012 Marcos H. de Oliveira 0 Comments


"Qual seria a sua idade se você não soubesse quantos anos você tem?" - Confúcio

A primeira coisa que você precisa saber é que o Guia das Idades (Ed. Alegro, 2000) não é, urgh, um livro de auto-ajuda. Ao reunir os acontecimentos que cercaram personagens históricos, futuras celebridades e pessoas comuns que saíram do anonimato para fama, Postman consegue desenvolver uma criativa linha do tempo para quem acredita que ainda dá tempo (ou não) para fazer o que deseja com a vida:

"De 0 a 1 ano...Hércules estrangulou duas serpentes que estavam em seu berço."

"Aos 5 anos... Charles Chaplin aparece com sua mãe num palco."

"Aos 10 anos...Napoleão entra para escola militar."


Existem vários artigos aqui no AGE que falam sobre o Tempo como um deus, sobre o passar do tempo e sobre o aproveitamento do mesmo. Postman não está preocupado com isso, tanto que quase nem fornece data para os acontecimentos, apenas a idade. O que importa aqui são as realizações, aquilo que se fez e ainda se pode fazer. O Guia das Idades se apresenta, então, como um exercício quase filosófico e reflexivo de leitura.

Podemos afirmar que ninguém está parado, já que Tempo é movimento contínuo. Mesmo sem fazer nada, você já está fazendo algo. Resta saber se isso tem valor só para você ou também para sociedade na qual habita. O tempo já foi representado como cruel e vingativo (Cronos) que devora os próprios filhos, assim como nossa sociedade atual não perdoa a passagem da idade para trabalhar, sair de casa, casar ou ganhar dinheiro e estabilidade. Ou seja, a vida possui dois tempos, o interno e o externo. Para os poetas, existe mais um: o eterno.



"O tempo que você gosta de perder não é tempo perdido." - Bertrand Russell

"Aos 15 anos...Paul McCartney é convidado por John Lennon a integrar seu conjunto musical, os Quarrymen."

"Aos 20 anos...Platão começa a estudar com Sócrates." 

"Aos 25 anos, Orson Welles escreve, dirige, produz e atua em Cidadão Kane, revolucionando as técnicas de filmagem.

Eu não vou entregar o ouro aqui, colocando todas as idades. É normal querer começar pela sua, já que é o seu momento. O Guia das Idades pode ser lido de forma otimista ou o seu inverso. Mas quando você descobre que um tal Ichijirou Araya, aos 100 anos,  escalou o Monte Fuji, a vida parece uma grande aventura. Tenha uma ótima leitura.

"Jogue fora todos os números não essenciais para sua sobrevivência.
Isso inclui, idade, peso e altura.
Deixe o médico se preocupar com eles.
Para isso ele é pago.
Freqüente, de preferência, seus amigos alegres.
Os de " baixo astral" puxam você para baixo.
Continue aprendendo...
Aprenda mais sobre computador, artesanato, jardinagem, qualquer coisa.
Não deixe seu cérebro desocupado.
Uma mente sem uso é a oficina do diabo.
E o nome do diabo é Alzheimer.
Curta coisas simples.
Ria muito e, muito e alto.
Ria até perder o fôlego.
Lágrimas acontecem.
Agüente, sofra e siga em frente.
A única pessoa que acompanha você a vida toda é você mesmo.
Esteja vivo, enquanto você viver!
Esteja sempre rodeado daquilo que você gosta: família, animais, lembranças, música, plantas, um hobby, o que for.
Seu lar é o seu refúgio.
Aproveite sua saúde.
Se for boa, preserve-a.
Se está instável, melhore-a.
Se está abaixo desse nível, peça ajuda.
Não faça viagens de remorso.
Faça uma viagem ao Shopping, para cidade vizinha, para um país estrangeiro, mas não faça viagens ao passado.
Diga a quem você ama, que você realmente os ama, em todas as oportunidades.
E lembre-se sempre que: a vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, mas pelos momentos em que você perdeu o fôlego: de tanto rir...
De surpresa...
De êxtase...
De felicidade...
"Há pessoas que transformam o sol numa simples mancha amarela, mas há também aquelas que fazem de uma simples mancha amarela o próprio sol".
Pablo Picasso



Curta a fan page do A GENTE ESCREVE no Facebook!

0 comentários: