12 CONTOS - SETEMBRO

sábado, novembro 05, 2011 Marcos H. de Oliveira 2 Comments


As palavras ficaram presas entre o abraço e o beijo roubado na despedida do Aeroporto. Flora esperou este movimento durante anos de amizade, toques sutis de carinho e frases de duplo sentido. As pessoas desenvolvem uma "Zona de Conforto" quando acreditam que nada pode ser perdido. Não mais. A proposta de emprego, trabalhar em outro país, mudou a dinâmica de um casal que não era casal, de amigos que eram mais que amigos, de gente que se ama porque é assim que acontece. Um beijo na boca, em um momento destes, teve o gosto de um último cigarro oferecido a um condenado. Era patético.

Flora justificou este pensamento exagerado aos hormônios de seu corpo, ao frio que sentia ao perceber que no dia seguinte estaria sozinha. Sua cabeça formulava mentiras açucaradas de assimilação e tentava expulsar a lembrança de suas mãos percorrendo os longos cabelos negros até chegar na tatuagem de beija-flor nas costas de quem estava partindo. Tudo viraria nada porque, na verdade,  nunca foi completo. Nunca houve sexo, nunca houve aquela liberdade que faz com que as pessoas entrelacem as mãos como quem reza e compartilha algo sagrado. Flora sufocou uma estranha raiva que nunca antes apareceu e que agora, ameaçava dominar seu senso de diplomacia. Respirou fundo e se conteve, apertando o anel em sua mão esquerda.

Seus olhos ficaram estranhamente secos, desprovidos de qualquer possibilidade de se salgarem com lágrimas que só fariam o mal. Temperar o momento com a pieguice de um filme romântico deixaria uma lembrança ainda mais ridícula, uma fotografia mental que ela não conseguiria apagar. Afastou-se com delicadeza e entregou um presente que havia comprado para ocasião: um pingente com um beija-flor sugando uma flor de ouro.

Sem esperar por mais nada, Flora viro-se rapidamente em direção ao estacionamento. Estava atrasada para dar o jantar para sua família.

***
Setembro é o nono mês do ano no calendário gregoriano,começando no dia 4 de setembro que é feriado tendo a duração de 30 dias. Setembro deve o seu nome à palavra latina septem (sete), dado que era o sétimo mês do calendário romano, que começava em Março. Na Grécia Antiga, Setembro chamava-se Boedromion. 

Em 22 ou 23 de Setembro, o Sol cruza o equador celeste rumo ao sul; é o equinócio de setembro, começo do outono no Hemisfério Norte e da primavera no Hemisfério Sul. (Wikipédia)

Levemente baseado no Mito de Perséfone e Hades (veja na Fanpage do AGE).

Agradecimento especial: Karina Perussi pela foto que ilustrou e inspirou este conto.


Não perca os extras deste artigo na fan page
do AGE no Facebook! Curta agora!

2 comentários:

Sarinha disse...

Quero mais!! ^^

Agradecido. Que tal ler os meses anteriores? Continue com a gente :)

Boa sorte e prosperidade.