FELIZ ANO NOVO E OS TEMPOS CONDICIONADOS PARA REALIZAÇÃO

sexta-feira, novembro 04, 2016 Marcos H. de Oliveira 0 Comments


Todos os dias quando acordo
Não tenho mais o tempo que passou
Mas tenho muito tempo
Temos todo o tempo do mundo
"Tempo Perdido" - Legião Urbana 

Renato Russo estava certo, da mesma forma que um adolescente estaria certo, naquele tempo e idade onde a letra foi escrita. O Tempo, este estado entre o que acontece, o que aconteceu e o que ainda vai acontecer, sempre soube fingir muito bem a sua posição de Mestre, fornecendo a ilusão necessária para que as pessoas acreditem que estão no controle ou fora dele. 

Não temos tempo a perder (com aquilo que não nos interessa) e perdemos tempo demais com o que nos dá a sensação de prazer e conforto. Até que chega o momento onde a Encruzilhada do Tempo decide alinhar os momentos e o desespero toma conta. E agora? Cadê o meu tempo?

Estou velho demais, estou ficando velho, já passei da idade. Não tenho tudo que desejo e também não desejo mais tudo que tenho. Passei de x idade e ainda não conquistei isso ou aquilo. E o Tempo ri. Ri do jovem ambicioso e do velho que enxerga a Morte em cada esquina. Ri do que planeja e do que dorme. Ri do que se afunda no trabalho ou nas dívidas que faz e não pode pagar. O Tempo, como um bêbado alegre, ri o tempo inteiro.

O TEMPO NOVO E O TEMPO VELHO



Agora que o bardo da morte desponta diante de mim,
Eu vou parar de prender as coisas, de desejar e me apegar,
Vou entrar sem distrações na clara percepção dos ensinamentos,
E ejetar a minha consciência para a dimensão da percepção não nascida.
Quando eu deixar este corpo composto de carne e sangue,
Saberei ser ele apenas uma ilusão passageira.
Padma Sambhava, O Livro Tibetano dos Mortos

Condicionados pelas horas do dia e da noite, pelo fuso horário e as convenções "do que deve ser feito", vivemos e morremos pelo Tempo. Nunca satisfeitos, queremos mais e queremos menos. Menos horas de trabalho, mais tempo para família, menos rugas e dores, mais elasticidade juvenil. Menos reuniões e mais tempo para curtir amenidades no Facebook. Somos movidos por nossas contradições, a Gangorra do Tempo.

E tudo que não pode ser realizado no "nosso tempo" fica pro ano que vem, pra daqui a pouco, pra quem sabe, um dia. Nos acostumamos a culpar o Tempo pela nossa falta de tempo e nossos excessos e procrastinações. 

Afinal, temos que culpar alguém. Não quero o emprego que o Tempo me oferece agora, não quero esse amor, nem esse sono, nem o descanso, nem essa oportunidade. Quero o que quero, no momento em que quero. E o Tempo, mais uma vez, ri da nossa arrogância e do nosso orgulho infantil de livre-arbítrio. 

Ao esquecermos que a vida e todas as formas de vida são apenas "momentos" no Tempo maior, criamos a ilusão de planejamento sistemático, como um programa de computador que roda e roda, sem sair do lugar. E você sabe que não vai conseguir respostas diferentes, se continuar fazendo as mesmas perguntas. Talvez seja hora de sair dessa programação, não acha?

O TEMPO QUE MATA O TEMPO 


Dedica-se a esperar o futuro apenas quem não sabe viver o presente. - Sêneca
Faz parte do processo de crescimento e maturação, encontrar-se perdido em algum momento (Tempo) da vida. O cérebro racional (aquele que pensa) precisa de treinamento constante para evoluir e isso é exercitado por meio de perguntas e dúvidas que não possuem uma resposta aparente ou rápida.

Questionar o mundo e a própria vida é, portanto, tornar-se algo mais (consciente). Quem parou de questionar, parou de pensar e caiu no condicionamento de grupo, semelhante as vacas e ovelhas que se contentam com um pasto e um cercado. É ruim, hein?

Na Astrologia, a data de aniversário é considerada o "Ano Novo" de cada indivíduo, onde o Sol volta ao ponto de nascimento (ponto Zero) e uma nova energia de criação começa. 

No Budismo, Estar Presente é participar da Criação, no exato momento em que ela está acontecendo, ou seja, no Caos. Fugir do Caos, é fugir das perguntas e dúvidas sem resposta e não encarar o desafio do Mistério, daquilo que está oculto no Presente. E se este "presente" for uma doença, perda de amor, solidão, desemprego ou qualquer outra dificuldade, fugir costuma ser a melhor escolha para maioria das pessoas. Mas não é.


São poucos os que vivem o presente; a maioria aguarda para viver mais tarde. Jonathan Swift
É fato que o Futuro só é construido pelas escolhas do Presente. Também é fato que preferimos "jogar pra frente" as escolhas e decisões mais complicadas. Fora do calendário, não existe "Ano Novo", não existem "novas realizações". Fora dos 12 meses que a sociedade escolheu como passagem de tempo, existe o verdadeiro Tempo, onde Tudo é Agora. Nesse sentido, tudo o que você está esperando acontecer ou projeta para que aconteça no "futuro" é uma ilusão do seu tempo pessoal. As "coisas" JÁ ESTÃO ACONTECENDO. E sem o seu controle. O Tempo? O Tempo, não para.

SER e ESTAR no Tempo possuem relações diferentes para cada um. Se uma pessoa está com 18, 26 ou 40 anos em 2016, esse é o tempo cronológico. Se a pessoa é feliz, infeliz, alegre, triste, estes são estados do SER. Descobrir quem você é, no momento em que está, é o grande e complicado desafio que vai muito além do tempo de ficar planejando coisas para um "futuro" ilusório e condicionado por atos e acontecimentos que ainda não se concluíram.

A sabedoria popular, se é que ela existe, nos conta que existe tempo para plantar e para colher. Para amar e ser amado, para ganhar e perder, etc. Nesse sentido, correr contra o Tempo, parece uma perda de tempo. É o Tempo que vai te alcançar e não o contrário. O Tempo testa nossa paciência e criatividade, nossas armas contra o Caos. E a realização chega, no tempo certo, para quem sabe usar, conscientemente, essas duas virtudes. Então, vai lá realizar :)

Feliz Ano Novo Agora para todos e até a próxima!!!

CURTA E COMPARTILHE O AGE COM SEUS AMIGOS!  

0 comentários: