BOOTLEGS - AS GRAVAÇÕES NÃO AUTORIZADAS E AS RARIDADES DO UNIVERSO MUSICAL.

quarta-feira, abril 11, 2012 Marcos H. de Oliveira 0 Comments


Nem vou gastar meu verbo aqui pra te explicar o que são os Bootlegs porque a definição do Wikipédia é ótima:

"Bootlegs são gravações não autorizadas de áudio ou vídeo do trabalho de um artista ou banda musical, podendo ser realizadas diretamente de um concerto ou de uma transmissão via rádio/televisão. Estes últimos podem incluir entrevistas e materiais inéditos, que foram descartados por serem considerados inadequados para um produto comercial, bem como passagens de som, ensaios, etc." 


Há 20 anos atrás, encontrar uma gravação assim era coisa de fã mesmo, que gastava seu minguado salário em discos, fitas e cds de gravadoras underground para ouvir a risada de Robert Plant antes de cantar "Black Dog" ou Jim Morrison recitar poesias, bêbado, em um show de Jimi Hendrix. A qualidade variava de "sofrível" para "quase boa" com exceção da Oxygen, uma gravadora independente italiana que conseguia lançar cds gravados em pré-transmissão (Pre-AM/Pre-FM). Pois é, era dureza ser fã nesta época.

"O termo bootleg tem sua origem na famosa obra da literatura inglesa As Viagens de Gulliver, escrita em 1726 por Jonathan Swift, onde no mundo "smuggling", os "smugglers" (contrabandistas) escondiam o contrabando dentro de baús, balsas e canos de botas ("boots"), para não serem presos. Com o passar do tempo, o "boot", passou a ser gradualmente usado como adjetivo para descrever artigos de origem dúbia (envolvidos em algum tipo de atividade criminal) e acabou por se tornar um termo conveniente para esses tipo de gravações emitidas por selos independentes, uma vez que são realizadas sem o consentimento do artista ou da gravadora dona dos direitos autorais. Inicialmente, os bootlegs eram feitos em vinil e/ou em fitas cassetes. Atualmente, os bootlegs são difundidos em CDs ou disponibilizados na Internet sob a forma de download digital gratuito." - Wikipédia

Qual o valor dos Bootlegs em tempos de som digital, surround, HDCD e outros? Primeiro, a nostalgia de quem aprendeu a gostar de música ouvindo fitinhas cassete e discos de vinil. Em seguida, tem aquele prazer histórico de cumplicidade com a banda em começo de carreira, que erra a letra da música ou o refrão da guitarra. Em outras palavras, os Bootlegs resgatam uma autenticidade que se perdeu: a música feita por gente de carne, osso e entusiasmo analógico e verdadeiro, sem pressão das gravadoras e do sucesso.

Confira alguns exemplos abaixo e o blog  Rock and Pop Bootlegs (antes que ele desapareça) para conhecer mais. Até a próxima.

















Curta a fan page do A GENTE ESCREVE no Facebook!

0 comentários: