BEM-VINDO AO SEU DESTINO - PREPARE-SE PARA UM NOVO COMEÇO.

sexta-feira, dezembro 30, 2011 Marcos H. de Oliveira 0 Comments


Vamos combinar que a passagem de um ano para outro vem carregada de promessas de mudança. Todo mundo diz que vai alterar algo ali, mexer aquilo lá e se desfazer de certas coisas materiais, atitudes e pensamentos que causaram arrependimento e alguma culpa durante o ano anterior. O que ninguém contou é que você ainda permanece a mesma pessoa dos últimos doze meses. A diferença é que você está na "onda" do bem-estar que as festas de fim de ano e a companhia da família e amigos trazem. É o que acontece com a grande maioria neste período.

Essa sensação é chamada de Êxtase Extático, um sentimento de plenitude e satisfação quase religioso. Na verdade, "Extático" é o próprio mergulho no Êxtase. Você fica ali, maravilhado, faz planos e sonhos que parecem totalmente racionais e corretos. Você está, literalmente, "viajando" nos seus ideais e planos futuros. E o fato de estar se enchendo de comida e sem trabalhar, ajuda a engordar a fantasia.

É claro que este efeito dura pouco (o tempo das suas férias). Quando vem o baque, é como um meteoro (você) atingindo a Terra (a realidade concreta). É nesta "volta" que você vai perceber se é a mesma pessoa que fez aquelas promessas ou aquela outra, que realmente vai concretizar todo esse delírio. Como fazer?

Na Psicologia e Astrologia Transpessoal sempre existe uma história que precisa ser contada e ainda não foi: a sua. Este é um dos motivos das pessoas gostarem tanto de "dar uma espiadinha" no horóscopo do ano, Cartas de Tarô, Runas, etc. Por trás dessa inocente curiosidade, esconde-se o desejo de conhecer um lado de si mesmo através do outro. Parece mais interessante e dá muito menos trabalho. Porém, o seu compromisso também é menor e gera pouco resultado prático. Morta a curiosidade inicial, acabou o comprometimento. E o "velho você" volta como sempre foi. Calma, a Astrologia Psicológica pode te ajudar a escapar desta.

A primeira coisa é prestar atenção nos ciclos. Somos "movidos" por ciclos: as estações do ano, os meses, os ciclos pessoais. Nos bronzeamos no Verão e comemos mais no Inverno, por exemplo. Para Astrologia tradicional, o ciclo de 7 anos é um dos mais importantes porque representa o Retorno de Saturno (leia nos links). 

Existe a teoria de que os 50 trilhões de células do corpo humano se renovam neste mesmo período, mas em tempos diferentes. De qualquer forma, ambos representam uma mudança real em termos físicos e psicológicos. Eles estão contando para você que algo está sendo transformado. E isso é importante. 

A sensação de mudança vem acompanhada por uma certa ansiedade. Você encheu a cabeça com novas resoluções que pressionam para alguma direção e se vê obrigado a cumpri-las. Ao mesmo tempo, o mistério e o desconhecido assustam a nossa Zona de Conforto com aquela frase "E se der errado?" Este momento de desafio é o que Joseph Campbell definiu como Chamado para Aventura, o início da sua história. A história que somente você pode experimentar, lembra?

Troca de emprego, residência, relacionamento, amigos, religião, doenças e novas atitudes mais saudáveis fazem parte do desafio de vivenciar a sua própria história. Se você entender isso apenas como um movimento vindo do exterior, vai perder o barco. E vale sempre lembrar que toda mudança vem com uma dose de sacrifício (oferenda) e perda (esvaziamento). Afinal, sem algum espaço vazio, como é possível entrar algo novo? 

Escolhi uma breve seleção de livros e filmes que vão além de "Comer, Beber e Rezar" porque esta atitude é permanecer no Êxtase Extático, na ilusão infantil de que o "Universo" ou "Alguém" vai fazer o caminho por você, vai contar a sua história. Voltaremos ao assunto no ano que vem. Feliz "momento" Novo e até a próxima.
Música, vida, morte e transformação em um filme perfeito.
Um ótimo filme para exemplicar que, nem sempre, a transformação é pacífica.
A transformação pela perda de um relacionamento. O melhor filme sobre amor que já assisti.

Livros:
Caminho do Guerreiro Pacifico - Dan Millman
O Zen na Arte de Conduzir a Espada - Reinhard Kammer
O Zen na arte de conduzir a espada - Reinhard Kammer
O herói de mil faces - Joseph Campbell
Links:

Não perca os extras deste artigo na fan page
do AGE no Facebook! Curta agora!


0 comentários: