OUT OF THE BOX - LIBERTANDO O POTENCIAL DA SUA CRIATIVIDADE.

quarta-feira, novembro 26, 2014 Marcos H. de Oliveira 0 Comments


O termo "Out of the Box" virou doce na boca dos profissionais de Marketing, Publicidade e Coaching nos últimos tempos. Para quem ainda não sabe, a "caixa" citada é a craniana e a proposta é fazer com que você tenha ideias que sejam inovadoras, diferentes e criativas. Mas não basta fazer um workshop qualquer para "sair da caixa."

Um erro comum dos estudantes de último ano de Propaganda e Publicidade, por exemplo, é acreditar que já é criativo porque escolheu essa profissão. Não mesmo. Criatividade é uma "atividade gestora", um músculo virtual que precisa ser exercitado e alimentado continuamente para sair da Zona de Conforto e dos modelos preconcebidos, os clichês da profissão.

E isso não é fácil: armadilhas como clientes tradicionais, tendências do momento (como os comerciais sempre engraçadinhos e cheio de efeitos), produtos de conceito fraco e a pressão do tempo e do lucro podem acabar com uma ótima ideia, antes mesmo que ela cresça e apareça.

Selecionei algumas dicas que considero legais para que você possa "sair da caixa" sem ter que sair do emprego (apesar que, em alguns casos, essa pode ser a melhor escolha). Serve para qualquer profissional porque acredito que somos todos criativos de alguma forma. Encontre a sua e boa sorte!

01. Questione os modismos
O modismo costuma aparecer por uma necessidade comercial e possui seu próprio Ciclo de Vida. Antes era a criação de um site para empresa e hoje é o e-commerce e as Redes Sociais. Questionar é avaliar a funcionalidade e aplicação da ferramenta, seja para você ou para o seu cliente. Exercite as perguntas "Por que eu gosto disso?" e "Por que isso funciona?".
02. Mude a sua rotina de pensar (Brainstorm)
Pensar criativamente leva tempo e por causa disso, criamos uma rotina mental para economizar esse tempo. Como resultado, fornecemos respostas velhas para problemas novos e esquecemos das coisas. Quebre o ciclo: leia ou faça algo diferente como uma nova receita de bolo de nozes, um livro em língua estrangeira ou aquele estilo musical que você não ouve todo dia.
03. Não copie. Crie.
Criativos iniciantes gostam de tudo que eles não ainda não fizeram, mas gostariam de fazer. E quando surge uma oportunidade, lá vão eles "prestar uma homenagem" ao trabalho feito por outro profissional. Já trabalhei com Diretores de Arte onde "criar" era abrir uma revista e copiar um trabalho que achavam sensacional. Referência é uma coisa, copia é outra. Para fugir dessa, leia biografias de gente inovadora como Steve Jobs, Dalai Lama, Nelson Rodrigues, Walt Disney, Jung ou Albert Einstein: Eles não tinham ninguém para imitar.
04. Ria, divirta-se, ame e dance
Não é fácil escapar do stress da vida moderna e muito menos da pressão de ter que ser criativo todos os dias. Descubra aquilo que te faz feliz sem esforço, o que te alimenta internamente e cuide com carinho. Um coração bem cuidado é o parceiro ideal para um cérebro mais criativo. Exercite os dois.
05. Esqueça as fórmulas prontas
Pessoas criativas constroem o seu próprio caminho. Regras e fórmulas prontas devem ser vistas como uma referência de quem já fez antes, errou e também atingiu o que desejava. Eu tomaria cuidado com os livros de autoajuda e outros que propagam o sucesso rápido. Sucesso não quer dizer realização. Descubra o que, verdadeiramente, te motiva (dinheiro, um sonho, status, etc) e plante o valor que realmente gostaria de colher. Afinal, o caminho é seu e de mais ninguém.

Uma música fora da caixa.
Um artista fora da caixa.
Um educador fora da caixa.
Um criativo fora da caixa.


Links:


Não perca os extras deste artigo na fan page
do AGE no Facebook! Curta agora!


0 comentários: