Escrito para o Cinema - Vicky Cristina Barcelona - Woody Allen e a descoberta do amor descomplicado por Aleluia Oliveira.

quarta-feira, junho 22, 2011 Marcos H. de Oliveira 0 Comments

Allan Stewart Konigsberg, vulgo Woody Allen para quase todo mundo, é um dos mais brilhantes cineastas contemporâneos. Em 2002 participou do Festival de Cannes pela primeira vez e arrebatou uma Palma de Ouro pelo conjunto de sua obra.
Entre as várias premiações e indicações de roteiro, direção e atuação (Rosa Púrpura do Cairo, Noivo neurótico, Mulher nervosa), Allen é além de tudo um exímio comediante e retrata como poucos as dinâmicas de convivência entre pessoas, mais exatamente, a dinâmica das relações

Este, aliás, é um tema recorrente em sua abordagem cinematográfica; repetitiva, diria alguns. Porém, nem assim deixam de ser brilhantes e explosivas, capazes de absorver totalmente o espectador. A figura feminina é normalmente retratada com fidedignas menções à paradigmas apaixonantes e instigantes.

Vicky Cristina Barcelona é uma dessas comédias dramáticas que fazem rir, chorar, discordar ou entediar de tão indiscretas do ponto de vista existencial, o que pode torna-la exótica para alguns espectadores mais recatados, diria. Um drama cômico, ardente e intrigante é o que posso dizer sobre Vicky, Cristina Barcelona, que não tem como cenário Nova York, ambiente já costumeiro nas tramas de Alien. Os ares deste filme são os da cálida e emocionante Espanha, precisamente as paisagens de Barcelona e os confins paradisíacos de Oviedo.

Vicky e Cristina são amigas com visões bem diferentes entre si. Vicky está de casamento marcado e estuda cultura catalã em sua tese de mestrado. Cristina, por sua vez, é indecisa sobre seus próprios rumos. A dupla aporta em Barcelona para passar um período de três meses e logo conhecem o sedutor Juan Antonio, um pintor que seduz a dupla neste preâmbulo à cidade espanhola. Os três tornam-se amigos e passam a estar cada vez mais próximos (veja o trailer).

A trama revela mais uma vez o potencial do cineasta na abordagem filosófica e psicológica para resolver os conflitos relacionais e as dinâmicas pessoais. Também fica claro a riquíssima clareza e profundidade com que trata o mundo feminino, nem por isso menos cuidadoso e atento à interpretações preconceituosas de gênero.

Para aqueles que não conhecem o estilo do cineasta, mas já ouviram falar neste nome, terá neste filme um bom motivo para conhecer mais sobre ele. Com ares europeus, mas com pitadas profícuas do calor e paixão tropical capazes de torná-lo tão agradável e irresistível quanto um passeio romântico por toda Europa em qualquer estação do ano. 

Fica então a dica para assistir Vicky Cristina Barcelona e procurar outras incursões cinematográficas deste cineasta amante da arte. Boa investida! 






Sobre o Autor:
Maryjane Oliveira Maryjane Aleluia Oliveira, 26 anos é graduada em Comunicação Social. Atua em ações de Marketing e Redação publicitária em Salvador e grupos de estudos em Comunicação e Cultura contemporânea. Blog: http://quitepas.blogspot.com

0 comentários: