TOM SAWYER - TODOS OS MENINOS DO MUNDO NA OBRA-PRIMA DE MARK TWAIN.

domingo, fevereiro 15, 2015 Marcos H. de Oliveira 2 Comments


Caramba, pessoal. O que será que Mark Twain estava pensando quando criou este adorável personagem em 1876? Segundo o que se conta, Tom Sawyer parece ter nascido da própria experiência de vida do autor na infância, a soma de três outros garotos com quem brincava, brigava e se divertia. 

Sem a presença de Tom Sawyer na Literatura Infantil, não teriámos Peter Pan (criado em 1911 por Sir James Matthew Barrie), Denis, o Pimentinha (1951, do cartunista Hank Ketcham) e até mesmo o Harry Porter da escritora britânica J. K. Rowling.


Se Mark Twain é considerado o  pai da literatura americana moderna, Tom Sawyer é o tataravô de todos os meninos, o garoto livre e mal comportado de todas as histórias, o pivete de bom coração, a criança interior de todos nós (e isso inclui as meninas também). 

Ler As Aventuras de Tom Sawyer resgata um certo saudosismo. Ninguém consegue mais ser tão livre quanto este garoto orfão de 13 anos que foge da escola para ir pescar e vagabundear com os amigos. Como foram os seus 13 anos? Como serão os de seus filhos, sobrinhos ou netos? Até o ato de apaixonar-se mudou, parece algo a ser feito "entre tarefas" de crescer cada vez mais rápido, arrumar logo a vida e ganhar dinheiro o mais depressa possível. Para Tom Sawyer, a paixão é motivo para contemplação debaixo de uma árvore, mastigando uma maçã roubada enquanto olha as nuvens. Chega a dar uma inveja, não é mesmo?


Quando sobrar um tempo na sua "vida de adulto", leia As Aventuras de Tom Sawyer. Dê o livro de presente para aquele amigo que só usa bermuda no churrasco. Ou para tirar aquele adolescente da frente do computador, do game ou mesmo dos livros do vestibular. Tire sua criança do cativeiro e deixe ela sonhar um pouco.

Tom Sawyer pode parecer "bobinho" e ingênuo para muita gente. É pra ser mesmo, ainda mais agora. É juvenil, uma palavra datada, já que os jovens de hoje estão envelhecendo rápido, muito rápido. A descrição de um mundo sem poluição, pessoas demais, terrorismo e acidentes naturais parece impossível. Mas ele existiu e pode ser redescoberto a cada página e traquinagem de Tom e seus amigos. Basta entrar na magia, como diz a maravilhosa letra de Tom Sawyer da banda Rush:

"Não, sua mente não está disponível para aluguel
Para nenhum deus ou governo
Sempre esperançoso, ainda que descontente
Ele sabe que mudanças não são permanentes."
Rush - Tom Sawyer 
 



Fontes:
As Aventuras de Tom Sawyer
Resumo de As Aventuras De Tom Sawyer
Rush - Tom Sawyer - Letra traduzida



CURTA E COMPARTILHE O AGE NAS REDES SOCIAIS!!!


2 comentários:

Maravilha, Marcos. Bela homenagem à música, às histórias e até a um dos principais personagens de Lost.

Setxa-feira da Paixão. Praticando minha pulsação por BOA leitura.

Jesuis abençoe o AGE.

Grande Maurão, boa sacada do Lost (apesar que pra mim, o Sawyer sempre teve cara de sexta-feira, rs).

"E foi então que, no terceiro dia, o PSV SITE renasceu totalmente repaginado." Pena que, logo depois, A CASA DO GALO cantou 3 vezes e negou tudo!

Oremos. E aguardemos. Abs!