Escrito para o Cinema - Identidade - Os Tipos Psicológicos de Jung em um suspense de arrepiar por Marcos H.

quarta-feira, março 02, 2011 Marcos H. de Oliveira 0 Comments

Quem é você? Eu te conheço? E você? Me conhece? No filme Identidade (Identity, 2003) somos apresentados a um punhado de personagens que nunca se viram, não se gostam, estão presos em um Hotel durante uma tempestade e ainda têm que lidar com um assassino. E isso é só o resumo deste suspense, inspirado no livro 'O Caso dos Dez Negrinhos' (1939) de Agatha Christie.

O diretor James Mangold (Garota, Interrompida, Johnny & June, Os Indomáveis) sabe das coisas. Fã de Alfred Hitchcock, ele estabelece um clima de constante pressão, um jogo de gato e rato com imagens entrecortadas que parecem retiradas de um pesadelo insano. Numa crítica superficial, você pode achar os personagens estereotipados, forçados demais. Mas não se engane: Mangold está apresentando para você os Tipos Psicológicos desenvolvidos por Gustav Jung em 1921.

Segundo o psicólogo, o ser humano possui uma base dupla de atuação do ego em sociedade que se expressa para fora (extrovertido) ou para dentro (introvertido) de acordo com as funções psicológicas (pensamento, sentimento, sensação, ou intuição) que, por sua vez, modificam-se de acordo com a adaptação da  personalidade no ambiente. Você pode descobrir qual é a sua aqui.

John Cusack (2012, Procura-se um Amor que Goste de Cachorros) é o tipo de ator que imprime  veracidade por  fazer o  tipo 'sujeito comum', sem aquela beleza hollywoodiana ou músculos demais. Seu personagem Ed Dakota (um ex-policial que abandonou a profissão para virar chofer) torna-se um líder natural na busca pelo assassino e solução do mistério.

Identidade é um filme pra assistir com a galera e fazer suas apostas sobre o final (que pode surpreender muita gente). E fica a pergunta: quem é você? Faça o teste e venha me contar depois.

Fontes:




Sobre o Autor:
Marcos H. de Oliveira Marcos H. de Oliveira é redator freelance de publicidade e propaganda e consumidor voraz de livros, música, cinema e arte. http://twitter.com/agentescreve

0 comentários: