MAIS ESTRANHO QUE A FICÇÃO - COMÉDIA DE WILL FERRELL É FILME PRA "LER" E SE DIVERTIR.

quinta-feira, maio 10, 2012 Marcos H. de Oliveira 0 Comments


Vou te contar o segredo menos bem guardado do mundo: existem vozes na sua cabeça. Vozes que fazem barulho, imitam sotaques, gritam e choram. Vozes que podem ser de uma mulher, de um velho ou mesmo de uma criança. Elas aparecem sempre que você lê um livro ou uma revista em quadrinhos. É o truque que o seu cérebro precisa fazer para que a imaginação aconteça, para que você viva a história e se interesse pelos personagens, sejam eles um garotinho aspirante a bruxo ou meninas apaixonadas por vampiros e lobisomens.

Como leitor, você se acostuma com estas vozes porque elas já estão totalmente incorporadas na descrição e nos atos do personagem. E se você deseja ser um escritor, redator, roteirista ou trabalhar com qualquer processo criativo que envolva linguagem, você vai precisar mesmo ouvir as vozes. Mais Estranho que a Ficção (Stranger than Fiction, 2006) pode ajudá-lo a fazer isso. Boa parte do mérito vai para o competente Marc Forster (que ressuscitou a franquia 007 com Quantum of Solace logo depois).

Eu não gosto do estilo cômico de Will Ferrell, mas o ator está contido para não ser o idiota exagerado de seus outros trabalhos e funciona muito bem no papel de Harold Crick, um funcionário da Receita Federal que passa a ouvir seus pensamentos como se fossem narrados por outra pessoa em cada ação. Ou seja, tornou-se um personagem da própria vida. E como você vai ver no trailer abaixo, a coisa fica pior. 

Mais Estranho que a Ficção é um filme para as vozes na sua cabeça, para sua criatividade e para quem gosta de sacadas inteligentes. Escritores amadores ou profissionais vão se identificar muito com a personagem de Emma Thompson ou mesmo de Dustin Hoffman. Acredito que você também vai gostar do final que dá uma escorregadinha na filosofia barata do livre-arbítrio mas não compromete o resultado.

Enfim, um filme para ser lido como um bom livro, leve e divertido. Aperte o play e boa leitura.


Curta a fan page do A GENTE ESCREVE no Facebook

0 comentários: